Leitores Online

2 de mar de 2017

A Terceirização é um Golpe contra os Trabalhadores


O ministro Eliseu Padilha, foi aplaudido por empresários e executivos nesta quinta-feira (16/06/2016) ao falar sobre terceirização do trabalho numa reforma trabalhista.

Este governo está querendo escravizar a mão de obra do trabalhador, se livrando da responsabilidade de contratação estatal e entregando a sua responsabilidade a empresas particulares que vão explorar os serviços dos trabalhadores e também, de ficarem ricos com os superfaturamentos que vão impor as empresas contratantes. Esse governo está trabalhando para as classes mais ricas do país, ou sejam, os empresários que vão se livrar dos processos indenizatórios que tramitam na justiça do trabalho contra as empresas, entregue pelos trabalhadores injustiçados que infelizmente, vão perder os direitos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e essa consolidação vai ser substituída por um Contrato Empresarial de Terceirização sem nenhum valor para o trabalhador que vai ser submetido a salários de assalariados. Nesse conchavo de terceirização os contratantes ganham as propinas por baixo do pano ao contratar as empresas de terceirização que também ganham com os serviços superfaturados. Quem perde é o trabalhador. Os empresários aplaudiram o ministro por que essa lei de terceirização é um ótimo negócio para as empresas privadas e estatais. Todas as leis que estão elaborando em nome da crise são todas contra o povo e os trabalhadores, e a favor do governo e dos banqueiros.

O trabalhador no Brasil só leva fumo!








Por: Ernani Serra 
Pensamento: O povo e os trabalhadores estão sem lideranças políticas e a mercê da exploração da mão de obra barata e de salários mínimos.
Ernani Serra