Leitores Online

14 de jul de 2017

Brasil de Luto


O Brasil está de luto pelas mortes: da lealdade, da honestidade, da moral, do caráter, da dignidade, da honra, da virtude, da justiça, etc. O Brasil virou uma lixeira dos Três Poderes até o povo.

O que estamos vendo ultimamente é uma vergonha para quem tem vergonha na cara, vimos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) deputados da oposição sendo substituídos por influência do Temer por deputados governistas para que houvessem um número majoritário de parlamentares do governo que iriam salvar o presidente Michel Temer de todas as corrupções que estavam contidos no processo, pelo visto, os parlamentares não votaram pelo processo e sim pelo dinheiro. 

O deputado Zé Geraldo do PT/PA em seu discurso na CCJ da Câmara Federal botou a boca no trombone e denunciou a compra de votos (de quinze milhões até dezoito milhões de reais por deputados) pelo Presidente da República; desde quando um réu pode interferir no seu próprio processo? Isso é imoral e fere todas as éticas da política e jurídica nacional e ainda comprou parlamentares com cargos públicos vantajosos, um verdadeiro balcão de negociatas. 

No Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quando foi julgada a Chapa Dilma/Temer houve manobras irregulares onde puseram dois ministros que foram nomeados pelo Michel Temer e um foi advogado da Dilma Rousseff, logo, já estava exposto o empate entre os sete ministros julgadores e o desempate com o ministro Gilmar Mendes em favor do Presidente da República e da Dilma Rousseff, apesar do processo estar recheado de crimes de corrupções contra os réus, ainda houve as manobras de excluir do processo as denúncias da Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura, foi um processo político e não jurídico. Tudo isso mostra as manobras de corrupções indevidas nos processos dos réus. A justiça virou injustiça.

De acordo com o Procurador-Geral da República Rodrigo Janot, o presidente Michel Temer está incurso em quatro crimes: Corrupção passiva, organização criminosa, obstrução de justiça e lavagem de dinheiro. Apesar de todos esses indícios no processo ele foi inocentado e saiu incólume do julgamento no TSE e na CCJ, acredite se quiser, o criminoso é inocentado, perderam a noção do que é inocente e justo.

O presidente Michel Temer disse uma frase: enquanto o povo fala a carruagem passa, o ditado árabe certo: “Os cães ladram e a caravana passa...”, o que ele quis dizer, enquanto o povo fala, reclama, protestam, ele não está nem aí e faz o que ele quer e manobram tudo e todos da política com o toma lá, dá cá, isso se chama compra de consciência de pessoas venais.

O Brasil foi enlameado com essas classes políticas-jurídicas que só veem envergonhando a nação e o país dentro e fora, o Brasil perdeu a credibilidade nacional e internacional. O conceito do Brasil dentro e fora é de um país inconfiável. As classes jurídicas do Brasil já não se entendem mais dentro do próprio tribunal, enquanto uns prendem outros veem e soltam, e a Polícia Federal fica enxugando gelo. Está tudo dominado pela corrupção nacional institucionalizada e generalizada em todas as classes sociais; bandidos versos bandidos.

Não temos mais em quem confiar na gestão do Brasil, todos os candidatos políticos que se apresentam têm fichas sujas na justiça, em quem o povo votar está votando num marginal de colarinho branco, o Brasil está como uma nau sem bússola, perdido num oceano de corrupções e injustiças sociais. 

Isso dito por Rui Barbosa ( no pensamento abaixo) há décadas passadas já era um indício de que a corrupção já estava como um câncer no corpo do Brasil e agora o Brasil na UTI está moribundo com um câncer terminal.








Por: Ernani Serra
Pensamento: De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. 
Rui Barbosa