Leitores Online

19 de set de 2017

Conspiração Migratória


A migração dos povos em guerra, do Oriente Médio e da África, querendo se refugiar na Europa, foi uma intervenção de grupos político-religiosos com o propósito de invadir pacificamente, e se aproveitando das leis humanitárias da ONU para criar um problema social e econômico-financeiro para os europeus.

Existe sim, uma conspiração para enfraquecer os países europeus, principalmente os mais ricos e deixar a nação mais pobre, com o propósito de enriquecer ainda mais a rede bancária internacional com os financiamentos para suprir todas as necessidades dos países endividados.    Quem está se locupletando dessas crises são os banqueiros internacionais que a cada dia estão mais ricos com a agiotagem mundial e emprestando a juros compostos e, entesourando essas fortunas nos seus cofres quando deveriam estar circulando pelo mundo em benefício da humanidade e não parada e nem negociada em ágios superfaturados. 

Como os países mais ricos têm um lastro sólido e de difícil destruição, então, começaram a minar os políticos como fizeram no Brasil, oferecendo propinas pelas empreiteiras e começaram a construir milhares de obras de uma só vez, essas obras, se tornaram superfaturadas e no meio dessas construções apareceram os corruptos, sanguessugas, aproveitadores, traidores da pátria, etc. 

A primeira ministra Ângela Merkel da Alemanha está sendo a cabeça das distribuições de milhões de imigrantes que estão se refugiando na Europa, é uma das incentivadoras de receber esses refugiados em detrimento do seu próprio povo. Essa ministra disse: “Que a Alemanha no futuro seria dos muçulmanos”. Que bela alemã essa ministra está sendo! Conhecendo o problema do seu país e ainda se sente orgulhosa de dizer essa frase infeliz, quando deveria combater a entrada desses muçulmanos para que no futuro a Alemanha continuasse sendo dos alemães. 

Agora vem essa ministra construindo milhares de obras de uma só vez em Berlim, algumas obras já estão paradas por falta de verbas, se os alemães não abrirem os olhos vão ficar muito pobres, porque a ministra está gastando mais do que arrecada e tentando fechar o rombo financeiro através de financiamentos bilionários aos banqueiros internacionais, principalmente, o FMI e o Banco Mundial. A Alemanha está se tornando a imagem da crise no Brasil que começou dessa mesma forma.

Os mais perigosos são os muçulmanos que são povos muito unidos, muito ricos e politizados, que vão se alojando nesses países que oferecem asilo humanitário para esses imigrantes que em pouco tempo constroem casas, comércio, mesquitas suntuosas e fazem lavagem cerebral com os nativos infiéis para aumentar o seu exército religioso Islâmico, controlando os políticos e a nação e tornando esses países uma nação islâmico-muçulmana.





Por; Ernani Serra
Pensamento: Suntuosidade nem sempre é sinônimo de prosperidade. Onde há luz, há trevas.
Ernani Serra