Leitores Online

4 de out de 2017

O Brasil não está em Crise


O governo federal está roubando o dinheiro do povo e dos trabalhadores e tirando dessas classes as suas conquistas sociais, triturando o povo num liquidificador antissocial para transferir todo esse dinheiro da nação para o bolso dos políticos corruptos que não param de enriquecer com a crise criada por essas sanguessugas, já não bastam tantos privilégios dessa classe de políticos e ainda estão dando mais (legislando em causa própria) com o sangue do povo brasileiro.  

Enquanto o povo é obrigado por leis e PECs a apertar o cinto, esses vampiros estão afrouxando os seus cintos cada dia mais. 

Enquanto o trabalhador dá duro durante oito horas por dia para ganhar um mísero Salário Mínimo, esses celerados da política e “representantes do povo” ficam a tripudiar de uma nação faminta e desprezada por esses políticos que deveriam estar defendendo a causa do povo e não se vendendo em leilões para garantir a permanência do Presidente da República ou leiloando o patrimônio nacional aos estrangeiros.

Um bando de Barrabás que estão assassinando e roubando milhões de pessoas brasileiras de maneira inescrupulosa, silenciosa, verdadeiro genocídio... Ao ponto da sociedade ficar anestesiada e não se dá pelos prejuízos e danos materiais e morais que esses políticos estão conduzindo esse rebanho (povo) para o matadouro.

Quase todos os dias esses parlamentares se reúnem para elaborar e sancionar leis que lhes dão mais vantagens e benefícios financeiros e o povo como cordeiros não reagem a essas agressões governamentais, e como imbecis e acomodados, ainda defendem esses tipos de políticos-carrascos da sociedade brasileira.

A sociedade quer a morte de todos os bandidos dos morros (narcotraficantes testas-de-ferro) e de bandidos comuns que atacam as pessoas nas ruas e avenidas para roubar um celular, uma carteira, etc. Enquanto esses bandidos matam uma ou meia dúzia de pessoas e dando pequenos prejuízos; os políticos são mais cruéis e atingem uma sociedade inteira matando lentamente, sem derramar uma gota de sangue, e rouba toda a sociedade de maneira invisível que infelizmente, esse povo já se acostumaram a serem assassinados e roubados sem se dar conta do verdadeiro inimigo público, o governo: federal, municipal e estadual. 

Esse povo chora pelo assalto as suas economias e poder aquisitivo e a morte de seus familiares por inanição; mas continuam a apoiar os seus algozes nas campanhas eleitorais, esses políticos estão tão seguros de suas falcatruas que já não fazem mais por baixo dos panos, fazem abertamente no Congresso Nacional como se fossem normais os seus crimes e roubos através de leis e PECs, contra a economia pública. 

São ladrões e assassinos contumaz, são esses de uniformes de colarinho branco que não deveriam perseguir os meliantes porque essas aves de rapinas são mais perigosas do que todos esses malandros e meliantes que estão soltos dentro da sociedade. 

O povo é tão despolitizados que não vêm que os candidatos nas eleições são todos dos mesmos naipes e se deixam emprenhar pelos ouvidos pelas promessas mentirosas que nunca vão cumprir. 

Se o Brasil estivesse em crise o governo federal não estava distribuindo dinheiro e nem sancionando leis que tiram o dinheiro do povo para os bolsos dos políticos.

Agora vem o governo e dá uma verba bilionária para as campanhas dos políticos em plena crise social e econômica do país, para comprar os eleitores. 

Enquanto tenta retirar direitos dos trabalhadores na reforma da Previdência, governo quer manter regalias para parlamentares, oferecendo aposentadorias especiais. Vejam os links abaixo, verdadeira imoralidade, e esses políticos não têm o mínimo de ética e continuam na criminalidade jurídica criando leis em seus próprios benefícios, roubando a nação de maneira “legal, oficial”. O povo que se exploda! Se ferre! Creu nesse povo abestado!





Por: Ernani Serra 
Pensamento: Não se pode exigir um povo honesto quando os políticos são um bando de ladrões e assassinos públicos.
Ernani Serra