Leitores Online

10 de dez de 2017

Câncer


Essa é a doença do Século XXI, outrora era raro ver pessoas sofrendo dessa doença terrível, agora virou uma epidemia está tão vulgar quanto um resfriado ou gripe. 

Toda essa pandemia mundial está inserida no contexto do DNA de cada pessoa que tem esse estigma cancerígeno em seu espiral hereditário apesar de ser menor do que as consequências das vacinas contra as doenças dos animais e remédios para engorda animal que são consumidos nos mercados; sem falar dos alimentos industrializados e seus compostos cancerígenos, outro responsável pela expansão do câncer são os produtos venenosos na agricultura (Agrotóxicos) que são pulverizados nas plantações com um grande índice de partícula cancerígena que prejudicam a saúde dos trabalhadores e de toda população que consomem essas mercadorias cancerígenas. Sem falar na poluição do ar que a população respira e se contamina todos os dias e também do tabagismo e outros vícios tóxicos. 

Temos também a ciência que está expandindo essa doença através de Raios X e outras químicas radioativas que curam um determinado câncer e em pouco tempo aparecem outros cânceres em outras regiões do corpo humano. A quimioterapia e outros métodos radioativos como cura do câncer são responsáveis em destruir as células cancerígenas, mas também destroem as células boas do corpo humano, deixando o corpo do paciente muito debilitado e com outras reações indesejáveis, o ideal seria que a ciência descobrisse um meio de bombardear só o câncer sem afetar as células vivas do paciente e sem reações indesejáveis.

O câncer está tão banalizado como a gripe e as autoridades não fazem nada para melhorar a saúde pública. 

Parece que estão querendo que a população se exploda com essa doença fatal.







Por: Ernani Serra 
Pensamento: Quem não cuida da saúde pública é um governo enfermo.
Ernani Serra