Leitores Online

12 de fev de 2018

Ameaça a Segurança Nacional


Mexer com a demarcação de terras indígenas no Amazonas é dar prioridade aos ruralistas e a intervenção estrangeira no território brasileiro é uma maneira de marginalizar as tribos indígenas. As leis no Brasil não têm nenhum valor, só valem para os interesses dos poderosos que revogam ou dão cumprimento a essas leis de acordo com a ganância e a usura que propiciam essas leis.

Os índios foram enganados no passado quando os brancos quiseram invadir e ocupar essas terras oferecendo bugigangas, hoje está enganando com roupas, rádios de pilhas, (bugigangas)... e tornando os índios ociosos, sem falar nas máfias das drogas que estão invadindo as tribos para tornar os índios dependentes delas e enfraquecer o seu caráter e transformar em zumbis para depois expulsar do seu habitat para explorar: o agronegócio, a pecuária, e as minerações do solo e subsolo

Essa demarcação de território indígena não passou de um blefe das autoridades e uma enganação aos silvícolas. Se fossem essas terras dos índios, as tribos teriam direito as riquezas daquela região e não o homem branco.

As terras indígenas garantem a soberania da nação brasileira impedindo o avanço dos piratas: nacionais e estrangeiros, o desmatamento indiscriminado para a venda e contrabando de madeiras, animais silvestres, ouro, minério nobre, pedras preciosas, e para aumentar a habitação e a ocupação daquelas terras

Lei é lei, depois de homologadas devem se tornar irrevogáveis, intocáveis, principalmente pela aprovação da ONU dando aos indígenas direito a autogoverno como aconteceu com a demarcação do território indígena. 

Os políticos no Congresso Nacional e os militares (Forças Armadas) acreditam que as reservas passaram a constituir um problema para a soberania nacional depois que o Brasil ratificou em 2007.     Revogar essa lei é abrir as portas para as invasões de terras e da ganância com as riquezas daquela região, aí sim, sem dono, essas terras podem causar perigo a soberania nacional, enquanto estiver com os índios aquela região se torna intocável a menos que queiram ir de encontro com a lei sancionada. As Forças Armadas falam em soberania nacional como se interessassem pela defesa do Brasil, falam que a demarcação das terras indígenas é um perigo para a segurança nacional, que segurança estão falando? Estão falando de uma hipotética invasão de estrangeiros naquela região. Se as Forças Armadas realmente se interessassem e conhecessem o que é invasão estrangeira viriam que o Brasil já está tomado desses piratas: no comércio, indústria, mineradoras, e em todas infraestruturas e nos serviços de segurança nacional através dos leilões e privatizações criminosas, traidoras, e também, na abertura das fronteiras e aceitação de milhares de imigrantes aumentando ainda mais os problemas nacionais.

O que esses militares estão querendo é revogar a lei que dá direito aos indígenas para que os estrangeiros entrem e comessem a roubar as nossas riquezas do solo e subsolo com o consentimento dos políticos e governantes através de leis usurpadoras.

Se as Forças Armadas estão com medo de invasões nas fronteiras nada mais justo do que construir dezenas de Batalhões de Engenharia e de Infantaria em torno desse território ameaçado e não tirar os direitos adquiridos dos indígenas. Isso sim estava defendendo o Brasil.

Se as Forças Armadas estivessem interessadas na segurança do Brasil já teria construído nas fronteiras alguns Batalhões do Exército para impedir a entrada de armas e drogas.







Por: Ernani Serra 
Pensamento: Entregar o Brasil aos estrangeiros é uma Traição de Lesa Pátria.
Ernani Serra